10.9.11

5 regras essenciais para não sofrer mais com a balança

O emagrecimento é um “exercício” diário que se pratica assim como se faz uma atividade física. Confira cinco regras essenciais para não sofrer mais com a balança

Beber água não emagrece, mas...

A água não ajuda a emagrecer nem deve ser substituta de qualquer refeição, pois não irá fornecer a energia e os nutrientes necessários para o organismo. No entanto, “a água é fundamental para que inúmeras funções do nosso corpo ocorram de maneira adequada. É importante que haja um consumo hídrico de oito a dez copos por dia. O consumo de água ajuda a eliminar toxinas do organismo e isso é importante na fase de perda de peso”, esclarece a nutricionista Patrícia Bertolucci.

Alimentação a cada 3 horas

O fracionamento é importante para a manutenção ou perda de peso, além de fazer com que o organismo trabalhe de maneira adequada. Por isso, é fundamental que sejam realizadas de cinco a seis refeições por dia, sendo três grandes (desjejum, almoço e jantar) e lanches intermediários. “Isso manterá a taxa metabólica e favorecerá a perda de peso, além de evitar exageros na próxima refeição”, afirma a nutricionista Priscila di Ciero.

Excluir carboidratos?

O carboidrato é o responsável por fornecer energia para realizar todas as atividades diárias. Tem também função anticoagulante, lubrificante, estrutural e antigênica (atuando na ativação do sistema imunológico).

“As dietas que restringem carboidratos surgiram a partir do princípio de que o carboidrato estimula a insulina, e esse hormônio anabólico impede a perda de peso. No início há uma perda de peso, mas com o tempo surge a dificuldade de manter uma dieta sem carboidratos. Ao voltar a consumi-lo, a pessoa ganha peso, pois esse carboidrato consumido, em vez de ser utilizado como fonte de energia, será convertido em gordura”, alerta Patrícia Bertolucci.

Não “pule” refeições

Engana-se quem acredita na fórmula de que “pular” uma refeição por dia emagrece. Pelo contrário, cortar refeições, além de não auxiliar no processo de perda de peso, pode desequilibrar o metabolismo. “O fracionamento das refeições é muito importante para manter o bom funcionamento do organismo e pode ajudar a emagrecer, pois auxilia a controlar a saciedade e faz com que a fome não seja acumulada para a próxima refeição. Se o organismo fica muito tempo em jejum, o metabolismo diminui e o armazenamento de gordura acontece com mais facilidade”, aconselha a nutricionista Ana Paula de Souza.

Corra, pratique esportes!

O exercício físico tem papel coadjuvante no tratamento da obesidade, pois o gasto calórico proveniente da atividade física se mostra como grande aliado na perda de massa corporal. Patrícia Bertolucci completa: “O exercício físico favorece a resistência muscular localizada, o aumento da capacidade aeróbica e a diminuição da massa e da porcentagem de gordura corporal. A atividade física resulta na preservação da massa magra e diminuição de gordura, sendo que, durante um programa de perda de peso, somente com dieta sem exercício o resultado é perda de menos gordura e diminuição de musculatura”.

Por Juliana Ranciaro

Fonte: http://www.educacaofisica.com.br/noticias_mostrar.asp?id=9652

8.9.11

9 atitudes que NÃO funcionam quando você decide a emagrecer

A decisão de reduzir peso não está fora de você, nos amigos, em falsas esperanças, nas promessas, nos remédios… Está dentro de você e tem a ver com sua auto-estima. Quando você decide que quer emagrecer, precisa adquirir confiança em si mesma, acreditar que vai obter resultados, mesmo que demore algum tempo, mas que seja para toda a vida. E a única forma de conseguir isso é mudando a cabeça e as atitudes no que se refere à sua alimentação.

Veja algumas atitudes que não funcionam quando você decide emagrecer:

1 – Fechar a boca e passar fome.

2 – Fazer jejum.

3 – Fazer promessa para deixar de comer doces, tomar refrigerante ou outr tipo de alimento que ama de paixão.

4 – Pular refeições.

5 – Pesquisar em farmácias para ver o que tem de novidade em matéria de remédios, chás, shakes para emagrecer. Conseguir a fórmula, mas sem vontade de mudar…

6 – Consultar aigos para saber o que estão fazendo de novo para emagrecer.

7 – Ver como os famosos estão fazendo…

8 – Fazer uma aposta com algum amigo ou parente, com prazo de tempo apra perder determinados quilos.

9 – Deixar para começar a dieta na segunda-feira.

fonte: Livro A dieta do bom humor – Drª Sonia Tucunduva Philippi

6.9.11

Aveia em flocos, farelo ou farinha?



A aveia é tão rica em nutrientes que passou a ser considerada um alimento funcional. Não à toa… O cereal é da turma da faxina das artérias. É famoso por seu p oder anticolesterol, mas também é ótimo para os hipertensos. A betaglucana, uma das suas fibras, além de dissolver a gordura maléfica, melhora a circulação sanguínea e, assim, ajuda quem vive com a pressão nas alturas. Tem mais: ela fortalece nossas defesas contra bactérias e nos protege de tumores. Mas não é por isso que dá pra se esbaldar com essa delícia. A aveia, por incrível que pareça, é bastante calórica.

Variedades

Flocos: o grão é prensado integralmente — um processo que conserva seus principais nutrientes. Pode ser polvilhado sobre frutas, saladas e iogurtes.

Farelo: esse tipo provém da camada externa do grão e, por isso, possui maior concentração de fibras betaglucanas. EIdeal para ser usado em massa de pães, bolos e companhia.

Farinha: obtida da parte mais interna do grão e, assim, perde na carga de fibras. Usada nas receitas de pães, panquecas e bolos, sendo até uma alternativa à farinha de trigo.

Porção ideal: Recomenda-se a ingestão de 30 gramas de aveia por dia, ou seja, 3 colheres de sopa.

Fonte: http://mdemulher.abril.com.br/blogs/karlinha/tag/colesterol/

4.9.11

10 bons motivos para beber leite todos os dias



Além de gostoso, prático e saudável, o leite é um alimento com um balanço nutricional único, pois contêm proteínas, carboidratos e minerais. O teor de água do leite é de 90%, e a diluição desses nutrientes no meio líquido faz com que o conjunto nutricional da bebida seja melhor do que os nutrientes isolados. “Um dos motivos para que a recomendação do cálcio diário seja dada por meio do leite é porque toda essa composição facilita a absorção do cálcio pelo organismo”, explica a nutricionista Ana Beatriz Barrella, da consultoria RG Nutri. Ainda segundo a nutricionista, ingerir a quantidade de três porções de cálcio diárias recomendadas pelo Guia Alimentar para a População Brasileira, do Ministério da Saúde, pode trazer benefícios à sua saúde.

1) Leite ajuda a emagrecer – O consumo da bebida pode ajudar também no processo de perda de peso e, com isso, prevenir problemas como a obesidade. Estudos mostram que populações de diferentes faixas etárias que consomem leite são mais magras e menos predispostas a obesidade.

2) Leite hidrata – O leite é constituído por 90% de água e também eletrólitos. Uma pesquisa da Universidade Loughborough School of Sports and Exercise Sciences, do Reino Unido, concluiu que o leite magro produz uma significativa melhora na reidratação após atividade física em comparação com outras bebidas, como água e alguns sucos de frutas.

3) Leite ajuda no controle da diabetes – Estudos recentes mostram que o leite pode ser um importante coadjuvante no tratamento e prevenção deste problema. O alto teor de aminoácidos das proteínas do soro do leite pode afetar os processos metabólicos do organismo, favorecendo o controle da glicemia e a ação da insulina e, dessa forma, podem atuar positivamente no controle das taxas de açúcar no sangue.

4) Leite ameniza as cólicas menstruais - Um estudo realizado na Jordânia afirmou que adolescentes que consumiam três porções de cálcio por dia, sentiam menos dores pelas contrações do que as que não consumiam, porque o cálcio participa nos processos de contração e de relaxamento muscular. O estudo sugere que sem o cálcio, o músculo permanece contraído por um maior tempo, causando dores.

5) Leite é a maior e melhor fonte de cálcio: O leite representa a maior fonte alimentar deste mineral com uma excelente facilidade para ser absorvido. O cálcio presente no leite é fundamental para o crescimento e manutenção dos ossos e dentes.

6) Leite é um alimento completo e versátil: Além de conter proteínas, carboidratos, lipídeos, vitaminas e minerais, o leite é um ingrediente fundamental da gastronomia. Participa, sem receio, de um grande número de receitas clássicas e triviais do dia a dia e é bem aceito pelas crianças.

7) Leite é um alimento seguro: Atualmente, a segurança do leite é garantida pelo processo UHT (Ultra High Temperature) utilizado nas embalagens longa vida, que emprega altas temperaturas durante o tratamento da bebida, o que impede a sobrevivência e o crescimento de microorganismos.

8) Leite contém proteínas de alto valor biológico: As proteínas do leite, incluindo as proteínas do soro, além de seu alto valor biológico, possuem peptídeos bioativos, que atuam como agentes antimicrobianos, anti-hipertensivos, reguladores da função imune, assim como fatores de crescimento.

9) Leite ajuda a dormir melhor – O leite é considerado uma boa fonte de triptofano, que é um aminoácido essencial e indutor do sono em casos de insônias leves e moderadas. Esse aminoácido é precursor da serotonina, que atua como um sedativo natural no cérebro humano. É por isso que para a insônia recomenda-se um copo de leite morno antes de dormir.

10) Leite é fundamental em todas as faixas etárias: O consumo do cálcio presente no leite traz benefícios para as pessoas em todas as faixas etárias. Para as crianças proporciona o crescimento saudável de ossos e dentes; para os adultos garante uma boa quantidade de massa óssea; para as gestantes é fundamental na formação do feto; e para os idosos evita a perda de massa muscular e óssea decorrente da idade avançada.

Fonte: http://www.nutricaopraticaesaudavel.com.br/ – Projeto apoiado pela Tetra Pak